Porque aprender a desenhar!

Posted by Marcio Parente on 11 de Março de 2015 in Artigos & Dicas |

Mulher Beija-flor

Diante da demanda de mercado que a publicidade e o design vêm apresentando nas últimas décadas, o conhecimento técnico das funções do desenho se faz cada vez mais presente. Os recursos eletrônicos que as novas tecnologias têm colocado à nossa disposição, faz crescer a necessidade dos conhecimentos que fundamentam o desenho para que sua aplicação possa ser consciente e objetiva.

Muitos profissionais que atuam como criadores nessas áreas se limitam na utilização de cliparts estereotipados para desenvolver seus trabalhos, com isso, também limitam o seu desenvolvimento como ser criativo, estando sempre dependente de um modelo pronto para poder rearranjá-lo.

Em 1968, Roger W. Sperry, psicobiólogo e ganhador do Prêmio Nobel, publicou suas descobertas sobre a natureza dual do funcionamento do cérebro e da cognição humana, transformando radicalmente as concepções modernas sobre o pensamento. Pesquisas posteriores tornaram possível a aceitação de que a linguagem visual é tão importante quanto a verbal, pois ela aciona a percepção direta e nos permite “ver” de modo diferente. Enquanto a linguagem verbal nos prepara para a lógica absoluta, a linguagem visual ativa nossos sentidos ocultos, alimentando assim nossa capacidade criativa.

Aprender a desenhar é um meio de estimular essa maneira diferente de “ver”, e por sua vez, também aumentará o vigor do pensamento criativo ampliando as capacidades cognitivas através do conhecimento da linguagem visual.

Aprender a Desenhar ajuda a:

Desenvolver uma consciência concreta do que representa o desenho como linguagem visual, das técnicas possíveis e de sua aplicabilidade no campo artístico como elemento de expressão no contexto plástico e no design.

Despertar a capacidade criativa e perceptiva, de modo que as pessoas possam integrar a linguagem do pensamento verbal analítico, com a capacidade de aceitar as ambiguidades que o mundo nos oferece a cada dia, sem ignorar o que não pareça lógico em um único ponto de vista.

Ativar as habilidades ocultas que todo indivíduo possui através do conhecimento sequenciado dos elementos que estruturam a linguagem visual, permitindo assim, que esse indivíduo possa ser criativo, não só na prática do desenho, mas também nas soluções dos problemas da vida cotidiana.

Comprovar as teorias de que a linguagem visual pode ser desenvolvida através de um processo sequenciado de conhecimentos específicos. Assim como a linguagem verbal é ensinada; primeiro com as vogais, depois as consoantes, as palavras, as frases, os versos, etc.

Desenho de observação

Comece a desenhar agora!

Pegue um lápis e um papel e desenhe. Não se acanhe com a presença de alguém que quer observá-lo enquanto trabalha. Não desanime quando um traço não ficou como você queria, tente de novo. Compartilhe seus desenhos com outras pessoas e observe a reação delas diante da obra. Guarde todos os seus trabalhos para acompanhar a sua evolução e nunca compare o seu desenho com o de outro artista, pois você é único assim como seus desenhos.

No Curso Gratuito que ofereço neste site procurei organizar o conhecimento de forma sequencial para que você possa absorver todas as informações necessárias para poder desenhar com desenvoltura e segurança. Com um tempo de prática você vai descobrir o seu estilo, e então, começará a realizar desenhos que terão as suas características, a sua marca, a sua personalidade.

Copyright © 2015-2018 desenhefacil All rights reserved.
This site is using the Desk Mess Mirrored theme, v2.5, from BuyNowShop.com.